Temperos a gosto com sal de ervas

0
97

Sabia que é possível fazer temperos a gosto com sal de ervas, reduzindo a quantidade de sal marinho que consome? Nem sempre, o homem viveu rodeado de muito sal, logo ele teve de achar misturinhas salgadas que contribuíssem no tempero de seus alimentos, bem como, na sua própria conservação. O sal de ervas foi uma destas misturas bem sucedidas e que encaixou, perfeitamente, na necessidade de reposição do tempero total oferecido pelo sal. Hoje, o sal de ervas continua sendo uma força maior na substituição de parte do sal fino ou grosso que está acostumada a usar em seus temperos. Assim, o sal de ervas representa uma excelente opção para hipertensos, promovendo sua qualidade de vida. No entanto, mesmo substituindo parte do sal comum, o controle do seu consumo deve ser levado a sério. Valeu?

Curiosa por achar os detalhes que tornam o sal de ervas tão especial na vida de uma pessoa? Então, se junte a nós e leia o artigo! Boa leitura.

Sal de ervas

Índice deste artigo

O que é o sal de ervas?

Tal como o nome indica “sal de ervas”, este tipo de sal natural é obtido através da moagem caseira ou industrial de ervas aromáticas secas. Saiba que além do uso de ervas verdes, podem ser adicionados outros alimentos para intensificar o sabor do sal em suas refeições acrescentando, por exemplo, alho e cebola desidratados, em pequenas doses. Mas, vamos ficar somente pela base do sal de ervas sem mais ingredientes adicionados. Será você a pegar nesta base para equilibrar as restantes doses de ingredientes extras ao seu gosto. Se lembre que o objetivo é temperar suas refeições sem deixar ela demasiado salgada, promovendo o bom funcionamento do seu organismo.

O sal de ervas é um ótimo auxiliar na promoção de um estilo de vida saudável que pode ser adicionado em seus alimentos. Este substituto alimentar, leve e natural é maravilhoso nos temperos, permitindo controlar a quantidade diária de sódio consumido. Algo que é muito valorizado pelas pessoas que praticam uma alimentação saudável e exercício físico em seu dia-a-dia. O sal de ervas secas é produzido a partir de uma misturinha moída de ervas em estado desidratado. Então, será que posso fazer o sal de ervas caseiro? Sim, claro que pode. No entanto, precisa de se certificar que tem as quantidades desejadas de cada erva aromática, bem como, se o processo de desidratação foi bem efetuado. Isto porque, por vezes, há pessoas que executam do jeito errado a secagem permitindo a proliferação de humidade nas ervas. 

Ao contrário do sal comum, o sal de ervas permite expandir o nosso horizonte gustativo e cromático, através da multiplicidade de criações que é possível fazer de sal de ervas frescas. Permitindo que você tenha diferentes frasquinhos de sal de ervas secas e extras para diversas refeições, retirando parte do sal. Se você é amante de experiências deste género enquanto está cozinhando, vale apostar na preparação do seu próprio sal de ervas. Bem sabe o quanto dá prazer fazer uma receitinha que só você sabe preparar, deixando todo o mundo de água na boca com seu sal de ervas. Além de dar um realce de sabor aos seus alimentos, promove a intensidade das cores dos mesmos. 

Ervas aromáticas para temperar

Conforme for gastando o seu sal de ervas, terá de ir acrescentando ervas aromáticas frescas ao suporte específico que preparou para a sua gradual secagem ao natural. Para explorar este universo das ervas aromáticas, o Vida e Moda dá para você a sugestão de cultivo caseiro destas ervas em alguns espaços harmoniosos do seu jardim ou canteiros. Quanto mais orgânica for a sua misturinha de sal de ervas, melhores serão as suas caraterísticas. Não precisa de aplicar adubos químicos, só precisa de proteger sua terra usando cascas de ovo moídas como adubo orgânico. Se lembre de colher as ervas frescas, para que suas caraterísticas biológicas não se percam.

Embora o sal de ervas seja um excelente substituto de parte da quantidade de sal, você não pode, simplesmente, botar ele fora de repente. É importante que vá habituando seu organismo ao sal de ervas, afastando as chances de provocar distúrbios em seu organismo. Se você não der importância a este passo, estará a contribuir para o seu mal-estar físico e mental. Logo, para consumir o sal de ervas precisa de adaptar o seu organismo às suas características, fazendo com que não sinta grande diferença face ao sal comum. Por vezes, não nos preocupamos em tomar as atitudes certas quando queremos mudar nossos hábitos pouco saudáveis e acabamos provocando o efeito oposto em nosso corpo. 

No universo do sal de ervas, existe um leque de receitas de vários gostos conforme a necessidade no tempero de cada tipo de refeição. O sal de ervas também pode ser designado de sal aromatizado, no entanto vale verificar os ingredientes usados devido às misturas de outros alimentos, além das ervas aromáticas.  

Exemplos de ervas aromáticas para sal de ervas

Você pode usar na preparação de seu sal algumas destas ervas aromáticas:

  • Manjericão;
  • Cebolinho;
  • Oréganos;
  • Coentro;
  • Hortelã-pimenta;
  • Salsinha;
  • Alecrim;
  • Sálvia:
  • Tomilho;
  • Estragão;
  • Manjerona;
  • Entre outras.

ervas aromáticas

Sal de ervas: quais os seus benefícios?

Embora seja pouco consumido pelas pessoas, este sal natural é ótimo para a nossa saúde. Então, bora conferir alguns dos benefícios do sal de ervas:

  • Combate o agravamento de inflamações;
  • Promove a boa digestão, combatendo os efeitos de barriga inchada;
  • Auxilia na flora intestinal;
  • Reduz a quantidade de líquidos acumulados em seu organismo (a chamada retenção de líquidos);
  • Protege seu fígado;
  • Reforça suas defesas;
  • Contribui para controlo dos níveis de pressão arterial, reduzindo as chances em desenvolver problemas cardiovasculares;
  • Auxiliar na boa circulação de sangue;
  • Entre outros. 

Com fazer sal de ervas?

Antes deste tópico, referimos que para preparar este sal em específico necessitava de começar por uma base e depois adaptá-la a seu gosto. Para isso, preparamos uma receita de sal de ervas com ingredientes bem simples que pode ajustar ao seu gosto conforme for praticando o tempero de suas refeições. Procure por fazer várias experiências de sal de ervas para achar o ideal para si e sua família. Posso incluir sal de ervas em refeições para bebê? Não é aconselhável alimentar seu bebê com refeições que tenham tempero a partir de sal. No entanto, pode e deve incluir o consumo de ervas aromáticas após um ano de idade do bebê. Sempre, aplicando de forma gradual, leve e sem exageros, em suas refeições.

Então, vamos aprender como fazer o sal de ervas caseiro! A primeira coisa a ter em mente é a dosagem de cada ingrediente. Saiba que a cada colher de sopa de sal marinho, tem de acrescentar outra colher de sopa de qualquer erva que utilize. Usando sempre quantidades iguais para cada ingrediente. Logo, agrupe os seguintes ingredientes:

  • 1 colher de sopa de sal marinho;
  • 1 colher de sopa de manjericão;
  • 1 colher de sopa de alecrim.

Comece por botar todos estes ingredientes em um liquidificador ou almofariz com pilão. Agora, bata eles durante alguns segundos. Por fim, retire a misturinha e reserve em um frasco de vidro fechado num espaço seco, sem vestígios de humidade e o seu sal de ervas está prontinho a usar! Saiba que pode usar as ervas aromáticas em estado seco ou fresco. 

Se lembre que deve consumir até 5 gramas de sal por dia. Se cuide do jeito certo, explorando o universo do sal de ervas para seus temperos diários. Surpreenda ainda mais sua família, preparando doces com suco tang  em suas sobremesas e seja feliz! Até breve.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui