Pó Compacto – Dicas para você usar da maneira certa

0
705

Um pó compacto é formado por micropartículas de minerais que preenchem as imperfeições da pele. Deve ser usado após a sequência corretivo/base e garante melhor fixação da maquiagem, evitando o brilho excessivo da pele.

Com a promessa de fazer a maquiagem durar mais, o pó compacto não pode faltar em uma necessaire de mulher. Porém poucas pessoas sabem como usá-lo de maneiras diferentes.

Você já saiu em alguma foto com o rosto branco parecendo um fantasma?

Pois é, o pó é um dos itens de maquiagem mais antigos no mundo e já foi chamado de pó de arroz pela grande quantidade de talco. E é esse ingrediente que deixa o rosto mais claro do que o resto do corpo.

Hoje, já é possível encontrar pó compacto em várias tonalidades, que combinam mais com o seu tom de pele.

O pó se torna essencial para dar acabamento após o uso de produtos líquidos, como a base e o corretivo, pois ele tira o brilho excessivo da pele, deixando-a com efeito matte.

Ele sela a pele, e mantém a durabilidade de todos os produtos que foram aplicados embaixo dele, fazendo com que a maquiagem dure mais tempo no seu rosto.

A principal função do pó compacto é dar acabamento na sua maquiagem, principalmente nas peles oleosas, fazendo com que o rosto fique com aspecto mais aveludado. Mas deve-se ter cuidado para não aplicar o produto em excesso, principalmente nas linhas de expressão e outras imperfeições que houver.

pó compacto

A história do pó compacto

Como já dissemos, o pó compacto já foi chamado de pó de arroz, e embora fosse aplicado no rosto com a intenção de deixar a mulher mais próxima do padrão de beleza vigente na época, o uso seguia normas bem diferentes das atuais.

A intenção era carregar nas camadas de pó para esconder a cor natural da pele, ao contrário de hoje, que o toque do pincel é sutil e tem como finalidade dar um melhor acabamento à maquiagem, com intenção de valorizar a beleza natural da mulher.

Durante um longo período, as sociedades europeias e mesmo as asiáticas valorizavam o rosto da mulher bem pálido, para diferenciar da pele queimada de sol que era característica dos camponeses.

Ter uma pele de porcelana era sinal de status e as mulheres se empenharam em aplicar generosas camadas de pó para deixar a pele branca como a neve.

Durante o século IX até o século XII no Japão, o padrão de beleza era a pele mais clara, pois era exibida pela elite imperial. Para conseguir esse efeito, as mulheres aplicavam um pó diferente, que era feito a partir da mistura da pasta de argila com a farinha de arroz. Daí que veio o nome.

Existem relatos também sobre o uso de pastas cremosas elaboradas à base de leite de animais e pó de chumbo, que tinham a finalidade de deixar a pele com um tom mais claro do que o natural.

Somente após os anos 20 que essa obsessão pela pele mais clara deixou de existir.

A partir de então o pó facial mudou de tom e de atribuição ao deixar de empalidecer a pele. Mesmo assim, ainda era usado em abundância pelas mulheres até os anos 80.

Mas a evolução dos produtos e a diversidade observada nos tons das peles de mulheres brancas, negras e asiáticas, deram ao pó facial e ao pó compacto uma textura mais leve e uma paleta de cores mais diversificada, do marrom ao bege claro, para que as mulheres possam escolher a cor do produto que se dê bem ao tom natural da pele.

pó compacto diferenças

Melhores práticas ao usar o pó compacto

Primeiro, é importante preparar a pele com base e corretivo, pois esses produtos vão uniformizar as imperfeições da sua pele.

Após esse procedimento, aplique o pó com um pincel específico, que é grande e fofo. Dê batidinhas leves nas mãos para tirar o excesso de pó antes de aplicá-lo.

O pó também pode ser aplicado com uma esponjinha, mas dessa forma será aplicada uma camada mais espessa do produto e talvez o resultado não saia como planejado.

A zona T do rosto é onde tendemos a ficar mais oleosa com o passar do tempo, e por isso é essencial aplicar o pó nesta região.

Para quem tem olheiras marcadas, pode aplicar o pó abaixo dos olhos para selar o corretivo, mas lembre-se de espalhar o produto para o restante do rosto, para uniformizar a cor.

Para escolher a cor ideal você deve escolher um pó que seja do tom exato da sua pele, nem mais claro nem mais escuro. Você tem que pensar que ele não é um acessório do seu rosto, mas sim uma correção.

Evite comprar pó pela internet se você não sabe exatamente qual é a sua cor, e se for comprar em uma loja física, compre em locais que disponibilizam o pó para teste.

Na hora de fazer o teste, aplique no rosto, nunca no braço e no pulso, como muita gente faz por ai! Normalmente a pele do rosto é em tom bem diferente do restante do corpo e o pó será comprado para usar no rosto não é verdade? Então é no rosto que você deve testá-lo. Além de testar no rosto, garanta que está vendo também em um lugar que tenha uma boa iluminação.

Truques para usar o pó compacto

Quem gosta de batom cremoso mas detesta retocar toda hora? Saiba que você pode consertar isso com o pó compacto.

Com ele, o batom dura mais nos lábios, e basta aplicar uma camada de pó antes de passar o batom. Além de realçar a cor, ainda vai aumentar a fixação.

Ainda, você sabia que pode potencializar o efeito de volume da máscara de cílios com o pó compacto? Para isso, aplique o pó sobre os olhos e também sobre os cílios. Em seguida, passe a máscara normalmente, e o pó irá auxiliar a deixar os cílios mais grossinhos, com mais volume. Só tome cuidado para o pó não cair no olho.

Com relação ao blush, o pó compacto também pode ser um ótimo aliado. Principalmente quando você finaliza a maquiagem e percebe que pesou a mão no pó. Nesse caso, para clarear o blush que ficou pesado, basta passar o pó da cor da sua pele por cima. Assim você aliviará a tonalidade do blush e evitará o visual carregado.

Os pós com cor podem ser usados como finalizadores de bases de alta cobertura para adicionar mais uma camada de correção.

Ainda, temos o pó banana que é uma espécie de pó translúcido com pigmento amarelo claro que é relativamente adaptável a algumas tonalidades de pele.

Ainda, o pó compacto pode ter efeito matte, iluminador ou acetinado e HD. O matte retira o brilho da pele e a deixa com a textura mais aveludada, e o acabamento iluminado com partículas de brilho dá a impressão de um acabamento mais suave e natural. É considerado uma opção ótima para quem tem a pele mais seca. E o HD tem a principal função de correção, para uso em fotos ou vídeos.

Mas qual o tom ideal para a sua pele? A escolha da cor também deve ser observada, e precisa coincidir com o tom da base. No verão, por exemplo, quando a pele fica mais bronzeada, escolha um tom mais escuro de pó em vez de um de base. É a forma mais natural de uniformizar. 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui