Massoterapia – o que é, técnicas e benefícios

0
74

A massoterapia é um termo que engloba diversas técnicas terapêuticas, cujo objetivo é melhorar a saúde e prevenir alguns desequilíbrios corporais. Por meio do ato de tocar regiões do corpo de uma pessoa, realizando movimentos fortes ou sutis, é possível trabalhar os aspectos físicos e mentais de cada um.

O nosso dia a dia está normalmente cheio de estresses, preocupações e uma grande correria diária e é muito importante que encontre um equilíbrio entre trabalho e o seu bem-estar pessoal. Mas já tentou encontrar esse equilíbrio e não sabe como? A massoterapia pode ser a solução para que encontre o equilíbrio, relaxe e se livre dessas tensões do dia a dia. Confira só o que é a massoterapia e todos os benefícios que ela pode trazer para si e para a sua qualidade de vida e bem-estar!

O que é a massoterapia

A massoterapia consiste em uma série de técnicas milenares de massagem que ajudam a aliviar a dor muscular, combater o estresse, estimular a circulação sanguínea e prevenir diversas doenças. O objetivo da massoterapia, mais do que qualquer coisa, é proporcionar sensação de bem-estar por meio do massageamento de tecidos moles do corpo e por alguns movimentos específicos nas articulações. Essencialmente, a massoterapia permite promover uma melhor qualidade de vida e sensação de bem-estar no paciente e além disso, a massoterapia acredita que os elementos emocionais, espirituais, físicos e mentais do ser humano constituem um sistema, que para funcionar corretamente, deve estar equilibrado.

Diferença entre massagista e massoterapeuta

Apesar das diferenças entre massagista e massoterapeuta são visíveis, mas essa não deixa de ser uma questão muito comum. O massagista é um profissional que recebe formação através de cursos livres, para executar técnicas de massagem, precisando de possuir conhecimentos básicos sobre a anatomia do corpo humano e conhecer muito bem as regiões corporais para saber onde aplicar cada massagem. Por outro lado, o massoterapeuta é alguém com formação técnica muito mais abrangente, podendo aplicar uma maior variedade de métodos, entre os quais massagens ocidentais, mas também orientais. Assim, através dos seus conhecimentos, os massoterapeutas conseguem atender a um maior número de necessidades dos pacientes. Portanto, é possível dizer que um massoterapeuta consegue realizar o trabalho de um massagista, mas o mesmo não se verifica se os papéis foram invertidos. Existem, de facto, técnicas que apenas um massoterapeuta com formação especializada consegue realizar de forma eficaz.

Como funciona uma sessão de massoterapia

No início de uma sessão de massoterapia, o terapeuta deve procurar perceber o estilo de vida do paciente, de forma a compreender quais os problemas e preocupações que este enfrenta, e de que forma poderá alterar os seus hábitos para usufruir de uma melhor qualidade de vida. Depois, o paciente deve partilhar os sintomas apresentados, bem como todo o seu histórico clínico e após o diálogo inicial entre ambas as partes, passa-se para uma avaliação física realizada através do toque. Em cada sessão de massoterapia o terapeuta pode recorrer a métodos diferentes consoante as necessidades do paciente.

Manobras de massoterapia

De entre as muitas manobras e movimentos da massoterapia, essas que vai ler abaixo, são as manobras mais usadas pelos profissionais, mas que podem variar de pessoa para pessoa:

  • Deslizamento superficial: é o primeiro contato com o cliente. Deve ser uma manobra lenta, suave, com ritmo uniforme, preparando assim o local a ser massageado.
  • Deslizamento profundo: movimentos rápidos e imprimindo uma relativa pressão sobre os músculos, buscando o aquecimento da região massageada. É realizada em direção ao coração com finalidade de auxiliar o retorno venoso.
  • Amassamento: manobra de compressão e grande mobilização do tecido a ser tratado. Tem por finalidade desobstruir, desagregar e forçar a saída de líquidos, resíduos e toxinas existentes no organismo ou no sistema muscular.
  • Drenagem: manobra de pressão constante e lenta com as duas mãos que tem por finalidade deslocar os líquidos e toxinas liberadas dos tecidos pelas manobras anteriores.
  • Percussão: realizada sobre a musculatura, ativa o tônus por contração.
  • Fricção: quando executada em ritmo rápido e profundo é a manobra de maior aquecimento.

Técnicas de massoterapia

Técnicas de massoterapia

Sejam técnicas ocidentais ou orientais, ambas fazem parte dos diversos tipos de massagem e técnicas pertencentes à massoterapia, como por exemplo:

  • Shiatsu
  • Drenagem linfática
  • Massagem clássica
  • Massagem relaxante (ayurvédica ou chinesa)
  • Massagem com pedras quentes
  • Cromoterapia
  • Aromaterapia
  • Shantala
  • Tui Ná
  • Do-in
  • Auriculoterapia
  • Reflexologia podal, manual e facial ou craniana

Pode encontrar massoterapeutas e experimentar estas técnicas de massoterapia em diferentes spas, clínicas, e outros centros com profissionais especializados. Cabe ao massoterapeuta avaliar as necessidades de cada um e escolher o melhor método para a aplicação. O terapeuta deve decidir qual das inúmeras técnicas ou massagens que compõem a massoterapia que mais se adequa ao problema que se pretende resolver. No geral, os métodos mencionados permitem combater problemas como a ansiedade, ajudando ainda no relaxamento corporal, entre outras coisas.

Benefícios da massoterapia

A massoterapia dispõe de muitos benefícios e vantagens, podendo até ser um preventor de problemas ou resolver os que já existem. Entre as muitas vantagens da massoterapia, essas abaixo estão em destaque:

  • Aumento da qualidade do sono
  • Aumento da produção de endorfinas (responsáveis pelo bem-estar)
  • Alívio de enxaquecas
  • Sensação de relaxamento e bem-estar
  • Alívio de dores musculares
  • Ajuda a enfrentar o stress e ansiedade
  • Melhoria da elasticidade da pele
  • Aumento da drenagem linfática
  • Melhoria na amplitude dos movimentos
  • Aumento da flexibilidade
  • Fortalecimento do sistema imunológico
  • Estimulação da circulação sanguínea
  • Aumento da capacidade respiratória

Quem não deve fazer massoterapia

Quem não deve fazer massoterapia

Tal como outras terapias e tratamentos, a massoterapia e os seus métodos também não são adequados para todas as pessoas, nomeadamente para grávidas, pessoas que sofram de cancro, problemas cardíacos, hemorragias graves, tromboses, diabetes, problemas de pele, lesões musculares, problemas de fígado, pulmões ou rins. Todos os que sofrerem de alguma destas condições, não devem fazer massoterapia. 

A forma mais segura e recomendada é aconselhar-se sempre primeiro com o seu médico de família para que possa dizer se você pode ou não recorrer à massoterapia. Se o profissional de saúde permitir, então pode seguir em frente e usufruir de todos os grandes benefícios emocionais e físicos que a massoterapia pode proporcionar e que indicámos em cima.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui