Como acabar com a frieira

0
958

Não existe coisa mais desagradável do que ter frieira nas mãos ou nos pés. Elas deixam o aspecto das mãos horríveis e podem ser de grande intensidade ou baixa, vai depender de pessoa para pessoa. As mulheres são as que mais sofrem com elas, pois não dá para usar anéis, ou nada que deixe as mãos mais bonitas. “Como acabar com a frieira” é uma das questões mais desejadas pelas pessoas que estão sofrendo horrores, com as suas mãos e pés deformados. Mas, infelizmente, nem sempre conseguem tratar da frieira de forma eficaz, demorando imenso tempo na sua eliminação. Muitas pessoas até pensam que frieira só sai sozinha depois de muito tempo. Mas você sabia que as frieiras tem cura? E que existem tratamentos caseiros que realmente resultam no combate às frieiras?

Alguma vez, ouviu falar na aplicação caseira nas frieiras, com água onde cozeu as suas batatas? Bem, estranho! Curiosa para saber mais? Então continue lendo o artigo!

Como acabar com a frieira

Índice deste artigo

Porque aparecem as frieiras 

As frieiras podem aparecer por inúmeros motivos, mas o que mais causa frieiras nas mãos é a sensibilidade da pele com o frio. Geralmente elas aparecem quando o clima é frio e húmido, ou seja, no inverno. As frieiras aparecem com mais frequência em crianças e adolescentes deixando os dedos das mãos inchados, com caroços e aparência muito feia. As frieiras caracterizam-se por manchas com diferentes tamanhos e avultadas na pele, com a cor avermelhada.  Essas manchas em casos mais graves podem virar caroços e infecionar, dar dor forte e coceira, ao mesmo tempo.

Tratamentos para as frieiras nas mãos

As frieiras nas mãos, são as que mais incomodam as mulheres, afinal elas estão sempre expostas e são o cartão de visita, por isso cuidar delas é tão importante. Para tratar as frieiras das mãos é preciso usar uma pomada antifúngica como a Itraconazol, por exemplo. Passar nas mãos de 3 a 4 vezes ao dia ou sempre que lavá-las. Durante o tratamento é importante manter as mãos sempre limpas e secas e evitar levá-las a boca ou a região genital para evitar contaminações. O uso de luvas é indispensável para quem lida com alimentos e está com frieiras, pois dessa forma evita que outras pessoas sejam contaminadas.

Tratamentos caseiros para as frieiras

Além dos tratamentos químicos, também é possível realizar determinados tratamentos naturais para eliminar as frieiras das suas mãos e dos seus pés. Então, vamos dar para você alguns exemplos de tratamentos caseiros que pode fazer mesmo em sua casa:

Mergulho em chá de alecrim

Sendo o alecrim uma erva aromática com propriedades anti-inflamatórias, faz todo o sentido que também seja uma boa opção para tratar das frieiras. Para isso, necessita, apenas, de preparar 1 litro de chá quente com 3 colheres de sopa de alecrim desidratado. De seguida, faça por retirar com ajuda de um coador, todos os pedaços de alecrim que ficaram nadando no chá. Por fim, de estar bem morno, lave as mãos ou pés no chá de alecrim. Pode optar por colocar o chá de alecrim numa vasilha grande e ir mergulhando aos poucos, massajando nos locais infectados. Para facilitar a massagem caseira, pode utilizar a toalha de mão se for o caso, de frieiras nos pés. 

Faça este tratamento caseiro com chá de alecrim, durante 3 a 4 dias após a primeira aplicação. Opte por o fazer, antes de dormir. 

Óleo de melaleuca para tratar de frieira

Massagem com óleo de melaleuca

Tal como o alecrim, o óleo de melaleuca é ótimo para combater situações provocadas por fungos, em várias partes do seu corpo. O processo é muito simples. Só necessita de primeiro, limpar bem as suas mãos ou pés afetados pelas frieiras. De seguida, aplique num pequeno recipiente, 12 gotas de óleo de melaleuca, juntamente, com 1 colher de café de azeite de oliva. Misture bem e aplique nos locais onde estão sofrendo de frieira. Para se sentir mais confortável, aplique uma compressa e deixe repousar a mistura caseira durante mais de trinta minutos. É recomendado que faça este tratamento caseiro, 3 vezes ao dia durante 5 dias. Se lembre que antes de repetir o tratamento, deve ter sempre as mãos ou os pés limpos e sem resíduos da última aplicação caseira.

Dente de alho esmagado 

Outro tratamento caseiro maravilhoso, é a colocação de dentes de alho esmagados por cima das regiões afetadas pelas frieiras, durante 40 minutos. Não deve exceder os 50 minutos para não provocar inflamações na pele. Se você tiver qualquer reação adversa como coceira constante, limpe de imediato a pele com água fria. Faça este tratamento caseiro, 1 a 2 vezes por dia, durante 3 dias. 

Outra forma de tratar a frieira com dente de alho, é colocando 3 a 4 dentes de alho esmagados num pouquinho de água filtrada, numa vasilha. Deixe atuar por mais de 6 horas, tampando a vasilha. Depois, aplique com discos de algodão, nas regiões com frieiras. Faça por deixar essa misturinha em sua pele mais de 30 minutos. Por fim, lave bem as mãos com água fria. 

água de batatas cozidas

Água de batatas cozidas

É bem verdade, não há nada mais simples que aproveitar a água onde cozeu as suas batatas para tratar das frieiras. No entanto, quando quiser experimentar este tratamento caseiro faça por não colocar sal na água. Mergulhe uma pontinha de uma toalha na água quente proveniente da panela onde cozeu as batatas. De seguida, aplique várias vezes nas regiões afetadas pelas frieiras. Faça este tratamento caseiro 2 vezes ao dia, durante 4 a 5 dias. Não se esqueça que antes de aplicar, deve ter as mãos ou os pés limpos.

Vinagre de maçã

Outro truque antigo para fazer as frieiras fugirem de suas mãos ou pés, é fazendo o mergulho delas em vinagre de maçã. Além de ser um ótimo para o seu cabelo e unhas, o vinagre de maçã é maravilhoso para acabar com fungos ou vermes na sua pele. Necessita apenas de ter um copo de água morna e cerca de 60 a 70 ml de vinagre de maçã. De seguida, aplique a misturinha na sua pele, massajando as regiões infectadas. Não lave a pele e deixe secar ao ar livre. Faça por repetir este processo, 2 a 3 vezes por dia, durante 5 dias. 

Para prevenir o aparecimento de frieiras nas suas mãos ou pés, evite ao máximo andar mudando de ambientes quentes para frios, ou o inverso. Além disso, faça uso de roupas adaptadas a cada clima, de forma a não provocar a rápida propagação de fungos na sua pele. No caso do vestuário, evite o uso de peças de roupa ou calçado que não permitam a passagem de ar entre os tecidos e a sua pele. Faça por ter sempre a sua pele hidratada e limpa. Cuide de si!

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui